Agrícola

A Oficina Agrícola foi pioneira na saída dos muros do hospital psiquiátrico para a sociedade, foi criada em 1991 quando iniciou suas atividades com um grupo de pacientes moradores. A horta, já existente no setor agrícola do Cândido Ferreira, passou a ser responsabilidade desse grupo e de alguns funcionários.

Os primeiros produtos foram hortaliças, como alface, chicória e almeirão. Atualmente, há uma ampla variedade de produtos produzidos de acordo com a estação. Desde o princípio, os alimentos produzidos são orgânicos, certificados desde 1999 pela OPAC (Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade), sendo toda a produção fiscalizada diariamente. A escolha pela produção de alimentos orgânicos foi feita para privilegiar a qualidade dos produtos e ao mesmo tempo não oferecer o risco do uso de agrotóxicos aos oficineiros.

Os produtos são vendidos na própria oficina e também distribuídos para supermercados. Entre as atividades oferecidas, estão: horta orgânica, projetos paisagísticos, confecção de cercas, serviços de trator e reflorestamento.

Atualmente é a maior Oficina do Núcleo de Oficinas de Trabalho, em número de pessoas e em atividades ofertadas. Com cinquenta usuários encaminhados do Serviço de Saúde Mental de Campinas, divididos em oito grupos de trabalhos, contam com seis monitores, uma auxiliar administrativa, uma coordenadora além de estagiários e residentes multiprofissionais.

Na geração de renda, cerca de 80% da arrecadação das oficinas é destinada a bolsa-oficina que após uma avaliação de desempenho e freqüência, os usuários recebem pelo trabalho realizado durante o mês. A gestão é participativa e as decisões são tomadas com o consenso de todos os membros.

O trabalho terapêutico e a assistência proporcionam: melhor relacionamento em grupo e comunidade ampliando a rede social, desenvolvimento de habilidades e potenciais, trocas interpessoais e sociais, reorganização psíquica, capacitação profissional e pessoal, melhora da auto-estima e relações familiares, exercício da cidadania, reconstrução dos vínculos, construção da autonomia, adesão ao tratamento e redução de internações.

Desta forma, a oficina busca de maneira intrínseca alcançar estes objetivos juntamente com o individuo, promovendo um ambiente facilitador para ganhos significativos em cada projeto terapêutico.

As atividades oferecidas são:

Horta orgânica, numa área de um hectare (plantio, colheita e comercialização) de legumes e verduras, abastecimento de parte da demanda da cozinha do Candido Ferreira e venda para funcionários e população em geral;

Projetos paisagísticos, jardins residenciais e comerciais;

Implantação e manutenção de jardins; produção de mudas de hortaliças e ervas medicinais;

Confecção de Cercas (mourões, cercas vivas);

Limpeza ambiental (varrição de ambientes externos com coleta seletiva de materiais recicláveis);

Serviços de trator (aragem, roçadeira, carretos etc.);

Reflorestamento (abertura de berços, preparo da terra, plantio e acompanhamento pós-plantio).

Ligar
Como Chegar