Papel Artesanal

A Oficina de Papel Artesanal teve seu inicio em 1992, quando começou a produzir papel reciclado artesanal. Desde então, a oficina vem aprimorando e inovando a técnica e a qualidade do papel.

Atualmente a oficina oferece quinze vagas. O grupo de oficineiros produz artesanalmente os papeis, desde a seleção dos papéis a serem reciclados, a preparação de fibras naturais diversas, até o acabamento final dos produtos, tudo é feito artesanalmente.

Para a produção do Papel reciclado artesanal, utiliza aparas de papel tipo sulfite e Kraft como matéria prima podendo ser acrescido a estes, casca de cebola e de alho, grama, folhas e flores de árvores que compõem os jardins da instituição, fibras naturais de bananeira, semente de flores e hortaliças, corantes naturais e artificiais.

Para a produção de Papel de fibra natural utiliza cascas da árvore da bananeira. Com esta fibra produz um papel especial utilizado na confecção de flores e porta guardanapos, sendo também utilizado na decoração de embalagens.

PAPEL SEMENTE

Papel semente, é um papel que contém sementes no seu interior. O Papel semente pode ser vendido no formato 50×60 ou no A4. Pode ser impresso em impressoras de jato de tinta.

Ideal para convites de casamento, envelopes em geral,cartões de visita, tags, etc..

Após a ultilização do papel, é só coloca-lo em terra fértil, com um punhado de terra em cima, e em + ou – 10 dias verá o resultado.

Papel reciclado

Cerca de 40% do lixo urbano é constituído de papel.

Incrível, não? Por isso, uma das medidas mais importantes para a diminuir o impacto ambiental é a sua reciclagem. Para cada 100 quilos de papel reciclado, evita-se o abatimento de 60 árvores adultas. Imagine quantas árvores poderíamos ter poupado até hoje, caso estivéssemos usando esse tipo de papel?

E não é só isso! A reciclagem de papel também gera menos poluição da água (65%) e do ar (26%), do que a fabricação normal.

1 - Papel -221 papel Oficinas de trabalho_HenriqueLukas-22

1 - Papel -12PORTA GUARDANAPO PAPEL FIBRA

Ligar
Como Chegar